Estratégia em Organizações

Coordenador: Prof. Dr. Benny Kramer Costa

(UNINOVE)

Coordenadora Adjunta: Profa. Dra. Simone Barakat

(FECAP e UAM)

Temas e Líderes:

Strategizing. Estratégia como prática. Micro-nível e compreensão das práticas do estrategista. Aprendizado organizacional. Teoria sócio-cognitiva. Criatividade em estratégia. Abordagem das teorias institucionais nas organizações. Teorias estruturalistas no enfoque estratégico. Teorias críticas para compreensão da Estratégia. Implementação, mudança, adaptação e coordenação estratégicas. Adaptação e aprendizagem em ambientes incertos e ambíguos. Ambiguidades internas e externas das organizações. Cognição individual, relacional e coletiva em contextos organizacionais. Cognição e comportamento gerencial e organizacional. Contextualizações e construções sociais, antropológicas, culturais cognitivas, comportamentais e históricas para compreensão da estratégia.

Estratégias coletivas e de coopetição. Redes e suas relações interorganizacionais. Aglomerações territoriais, industriais e comerciais. Mecanismos e estruturas de governança. Análise estrutural de redes. Capital social da rede; confiança; contratos relacionais. Inovação colaborativa, cocriação de valor, crowdsourcing e redes sociais digitais para estratégia. Interação competitiva. Spill overs de conhecimento. Reciprocidade. Tipologias e conceitos de redes horizontais e verticais. Difusão de estratégias em rede. Comportamento estratégico em redes inter e intraorganizacionais. Redes de empreendedorismo. Estratégias de Cooperação e Ecossistemas.

Relação entre instituições e organizações. Formulação e implementação de políticas públicas, design organizacional e setorial, relações entre firmas (empresas privadas ou setor público ou PPPs), teoria da firma (ex.: custos de transação, RBV), desempenho (criação e apropriação de valor), estratégias políticas e de não mercado, Ações coletivas e governança policêntrica.

Resource-Based View, Knowledge-Based View. Dimensões e fatores internos nas organizações que estimulam o desempenho nos negócios. Interação entre firmas pela ótica dos recursos. Fatores internos determinantes para criar e sustentar a vantagem competitiva. As firmas e suas interações com produtos e fatores de mercado ao longo do tempo. Dimensões e fatores externos as organizações que estimulam o desempenho nos negócios. Interação entre firmas pela ótica da organização industrial. Value-Price-Cost. O paradigma de Porter. Fatores externos determinantes para criar e sustentar a vantagem competitiva.

Estratégias genéricas de posicionamento estratégico. Decisões, ações e resultados associados com o portfólio de negócios da organização. Relação entre as estratégias empresariais e funcionais (fitness). Escopo horizontal e vertical da firma. Crescimento da firma. Integração vertical. Estratégias de diversificação e gestão de portfólio. Decisão de alocação de recursos. Fusões e aquisições. Business groups. Teoria dos Stakeholders. A perspectiva dos múltiplos stakeholders da firma. Capitalismo de Stakeholders. Teoria da Saliência. Justiça nas relações entre Stakeholders. Criação de Valor sob a ótica de Stakeholders.

Abordagens teóricas e metodológicas de micro, pequenas e médias empresas. Atuação e modelos de PMEs. O planejamento estratégico formal e sua utilidade para as PME. Aprendizagem em estratégia de PME. Vantagem competitiva em PMEs. Estratégia e o papel das PMEs na economia. Atuação das PMEs no ambiente de negócios brasileiro. Estratégias de PMEs orientadas por patentes. Cultura, fomento e recursos econômicos para a criação de PMEs. Gestão estratégica realizada por equipes de direção em PME. Pequenas e Médias Empresas no contexto brasileiro. Demais temas correlatos a estratégia, gestão e desempenho para pequenas e médias empresas.

Processos e teorias de internacionalização. Modelos de gestão de empresas internacionalizadas. Networks internacionais e internacionalização de clusters. Padronização versus adaptação da oferta aos mercados no exterior. Fatores intervenientes do país na estratégia de internacionalização; políticas públicas relacionadas à internacionalização. Globalização e regionalização. Ambiente institucional do país hospedeiro. O impacto no desenvolvimento das firmas internacionais e em suas estratégias da evolução das forças culturais, sociais, econômicas, tecnológicas, ambientais e políticas, no âmbito internacional e regional. Modelagem do desempenho internacional. Empreendedorismo internacional. Processo de internacionalização de empresas brasileiras e de empresas de mercados emergentes. Tipologias de empresas multinacionais brasileiras. Born globals.

Ouça a descrição do tema:

Papel dos agentes da governança corporativa (acionistas, investidores institucionais, conselheiros de administração e executivos). Estruturas de governança corporativa (conselho de administração, comitês de assessoramento ao conselho, diretoria e órgãos de fiscalização e controle). Mecanismos internos e externos de governança corporativa. Participação dos agentes da governança corporativa e a tomada de decisão estratégica. Princípios e boas práticas de governança corporativa. Ética, código de conduta, compliance e riscos. Governança Corporativa e sustentabilidade em uma perspectiva de Environmental, social, and Governance (ESG). Governança corporativa em diferentes organizações (empresas familiares, empresas de capital fechado, cooperativas, organizações do terceiro setor, entre outras).

Este tema se concentra em pesquisar como as estratégias são formadas, implementadas, reconfiguradas em multiníveis (funcional, grupo, empresarial, corporativo e redes). Questões de interesse: Como as organizações desenvolvem estratégias no alcancem de seus objetivos e a vantagem competitiva? Como os avanços tecnológicos definem e redefinem os processos e rotinas estratégicos? Quais as competências, capacidades e recursos são necessários aos executivos e média gerência para implementação de processos estratégicos? Como são implementadas ferramentas de Planejamento Estratégico, Balanced Scorecard, Mapas Estratégicos, Sistemas de Gestão Estratégica? Qual o papel das consultorias na formulação das estratégias e implementação dos processos e rotinas estratégicos? Ainda, as relações intraorganizacionais e interorganizacional na implementação de processos e rotinas. A racionalidade limitada, poder e política na tomada de decisão e na formulação das estratégicas deliberadas e emergentes. Relações entre capacidades, recursos e processos estratégicos. Os estudos do processo, conteúdo e contexto na mudança e adaptação organizacional. A relação estratégia-estrutura organizacional.